PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Dicas de Vestibular

A importância da boa leitura de gráficos e infográficos para o vestibular

Dicas de Vestibular

19/05/2022 13h41

*Por Madson Molina, professor do Anglo Vestibulares

Em muitos contextos científicos, é fundamental que se identifique relações entre grandezas físicas nos mais diversos fenômenos naturais. Essas relações podem ser explicitadas ao se utilizar diferentes tipos de representações como, por exemplo, uma tabela ou um gráfico. Para se verificar as vantagens desses dois tipos de representações, pode-se considerar como exemplo um fenômeno óptico conhecido como reflexão da luz, ilustrado a seguir.

Nesse fenômeno, as grandezas físicas relevantes são o ângulo de incidência (i) e o ângulo de reflexão (r), indicados na figura acima. Após algumas medidas realizadas, pode-se representar os valores medidos em uma tabela. Para que os valores da tabela sejam representados em um gráfico deve-se, inicialmente, considerar em um plano duas retas perpendiculares entre si, conhecidas como eixos do gráfico. Em seguida, deve-se escolher qual eixo cada grandeza irá ocupar e transpor as linhas da tabela (pares de pontos) para o gráfico. Após essa transposição, ligam-se os pontos por meio de uma linha, conhecida como curva do gráfico, como indicado na figura a seguir.

De acordo com o exemplo anterior, é possível perceber que tanto a tabela quanto o gráfico são maneiras diferentes de se representar relações entre grandezas físicas. Porém, a análise dessas diferentes representações permite identificar algumas de suas vantagens e desvantagens:

Como fazer uma boa leitura de gráficos?

Uma leitura cuidadosa de gráficos é um procedimento essencial para se identificar quais são as grandezas envolvidas e de que maneira elas se relacionam. Sendo assim, para que se faça uma interpretação inequívoca de um gráfico, é importante que se tenha alguns cuidados:

  1. Analisar com atenção as grandezas apresentadas em cada eixo:

Deve-se ter muita atenção com as grandezas representadas em cada eixo do gráfico que, normalmente, associam-se a símbolos tradicionalmente utilizados pela Física. Como exemplo, a figura abaixo representa um gráfico em função do tempo (t) do movimento de um corpo em uma trajetória conhecida. Porém, a grandeza representada no eixo vertical não foi definida. Sendo assim, esse gráfico pode representar situações diferentes, descritas nos quadros a seguir.

  1. Análise das unidades apresentadas para cada grandeza:

Em gráficos quantitativos, é comum se representar entre parênteses as unidades utilizadas em cada grandeza presente nos eixos. O conhecimento dessas unidades é fundamental para que se faça relações entre essas grandezas em um sistema coerente de unidades. Os gráficos representados abaixo ilustram algumas dessas situações.

  1. Identificar tendências de comportamento do gráfico e valores de máximos e mínimos:

Após os cuidados anteriores, deve-se fazer uma análise do comportamento do gráfico, ou seja, identificar as tendências de crescimento ou decrescimento da curva do gráfico. Essa análise é importante pois, ao se conhecer a tendência de crescimento ou decrescimento, pode-se especular o comportamento da curva para valores que não estão representados no gráfico. Além disso, ao se analisar a tendência de crescimento e decrescimento, é importante notar no gráfico quais são os seus valores de máximos e mínimos para que se conheça os valores extremos admitidos pelas grandezas relacionadas. É possível identificar essas características no exemplo a seguir.

Exemplo:

(ENEM) Em uma prova de 100 m rasos, o desempenho típico de um corredor padrão é representado pelo gráfico a seguir:

Finalmente, é importante ressaltar que a leitura quantitativa ou qualitativa de gráficos supera as fronteiras das ciências da natureza e atingem também outros contextos como as ciências humanas, mercado financeiro e até mesmo na análise de pandemias como, por exemplo, vêm ocorrendo na pandemia causada pela COVID-19.

Sobre os Autores

O Dicas de Vestibular é produzido e atualizado pelos professores do Anglo Vestibulares e do Sistema Anglo de Ensino.

Sobre o Blog

Neste espaço, o estudante encontra temas da atualidade, conteúdos que mais caem nas provas e dicas para se sair bem nos processos seletivos e no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O conteúdo também é útil aos interessados em provas de concursos.

Dicas de Vestibular