Topo
Dicas de Vestibular

Dicas de Vestibular

Histórico

Recursos argumentativos que fortalecem a dissertação

Dicas de Vestibular

30/09/2019 15h00

*Por Sérgio Paganim, coordenador de Linguagens do Anglo Vestibulares

As redes sociais transformaram o cotidiano das sociedades modernas, promovendo, por exemplo, interação, (des)informação e oportunidades de negócios. Também elevaram a escrita a um novo patamar na história da humanidade: não será exagero algum afirmar que nunca tanta gente escreveu tanto! Mas não uma dissertação-argumentativa, gênero textual mais cobrado em diferentes exames vestibulares e no Enem.

Ela se fundamenta em uma estrutura mais complexa de composição do que a de mensagens que trocamos diariamente. Além disso, por ser um texto que será submetido a uma avaliação, espera-se que seu autor lance mão de recursos argumentativo capazes de, ao mesmo tempo, sustentar seu ponto de vista e revelar a riqueza do seu repertório sociocultural e as relações dele com o tema proposto.

Há diversos recursos argumentativos que, empregados no texto, ajudam a compor uma visão de mundo sobre o tema mais complexa e, portanto, mais valorizada pelas bancas examinadoras. Se você analisar redações que obtiveram notas acima da média em grandes vestibulares, ou nota 1000 no Enem, vai notar que alguns recursos argumentativos são muito frequentes e revelam um pouco da cultura e da visão de mundo de quem redigiu.

Dois deles merecem destaque:

a) A exemplificação é uma eficiente forma de dar concretude, materialidade às discussões. Depois de discutir a efemeridade que caracteriza as sociedades modernas, por exemplo, cai bem a análise de como muitos relacionamentos amorosos ou de amizade se desmancham rapidamente no ar — o "ficar" e o "coleguismo" substituem o "namoro" e as "amizades duradouras". Se a ideia era ilustrar a volatilidade característica da modernidade com um exemplo menos genérico do que esse, seria possível comentar, por exemplo, a mudança de perspectiva do governo inglês a respeito da União Europeia: em pouco menos de 50 anos, a integração em relação a outras nações do bloco deixou de ser desejada e passou a ser rejeitada, sintoma do mundo moderno fugaz.

b) Encaixar no texto ideias fundamentais de pensadores (argumento de autoridade) consiste em mostrar alinhamento entre o que pensam grandes nomes e a reflexão do autor da dissertação. Filósofos, sociólogos, antropólogos, psicanalistas, historiadores, médicos, entre outros, costumam ser convocados para agregar à análise do tema alguma de suas ideias mais emblemáticas. Para embasar (ou arrematar), por exemplo, a opinião de que o preconceito racial no Brasil é camuflado, é possível incorporar ao texto a análise que Lilia Schwarcz faz do "mito das três raças". Segundo a historiadora e antropóloga, o Império português endossou a ideia de que brancos, negros e índios viviam em plena harmonia por aqui. Essa falácia, repetida por diversos autores em diferentes épocas, ajudou a criar a percepção socialmente difundida de que somos um país exemplar sob o ponto de vista da convivência harmônica entre as raças.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os Autores

O Dicas de Vestibular é produzido e atualizado pelos professores do Anglo Vestibulares e do Sistema Anglo de Ensino.

Sobre o Blog

Neste espaço, o estudante encontra temas da atualidade, conteúdos que mais caem nas provas e dicas para se sair bem nos processos seletivos e no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O conteúdo também é útil aos interessados em provas de concursos.

Dicas de Vestibular