Topo
Dicas de Vestibular

Dicas de Vestibular

Histórico

Enfrente a matemática! Veja dicas para prova de exatas

Dicas de Vestibular

26/02/2018 17h06

Um dos grandes medos dos processos seletivos é a prova de Matemática. Muitos alunos sentem até um calafrio ao lembrar que enfrentarão logaritmos, cálculos trigonométricos ou precisarão decidir, num exercício de análise combinatória, se devem usar arranjos ou combinações.

Se você se identificou com algo, este texto é para você!

Vou dar algumas sugestões para que você possa organizar seus estudos em Matemática para que não apenas aprenda o que precisa para os vestibulares, mas para que esse esforço traga resultados permanentes e você mantenha esses conhecimentos e competências por muito tempo. Afinal é um esforço e tanto.

Mas, antes de começar, tenho que dizer algo: Não existe almoço grátis!

Essa expressão muito usada na Economia faz referência a uma propaganda em bares americanos do século XIX que diziam: "Almoço grátis para quem consumir bebidas". Você já entendeu! O almoço nunca foi grátis, o lucro com as bebidas cobria o custo com as refeições. Vamos ter que "arregaçar as mangas", enfrentar antigos traumas com os números e trabalhar duro para aprender de uma vez a tal da Matemática!

Sei que a esta altura alguns de vocês já estão pensando: paro de ler por aqui, já tentei várias vezes aprender Matemática e parece que ela tem algo contra mim. A questão é: será que essas tentativas foram organizadas ou sempre se deram na base do desespero?

Vamos às sugestões:

– Descubra para o que aquilo serve!

Sempre que for estudar um assunto novo, procure se informar sobre o motivo pelo qual esse tema é importante e quais suas diferentes aplicações práticas.

Quando você toma esse cuidado, percebe a relevância que o tema tem para as diferentes ciências e para sociedade como um todo. Além disso, seu estudo passa a fazer sentido e deixa de ser apenas um conjunto de regras e procedimentos vazios.

– Verifique quais são os pré-requisitos para aprender com sucesso o novo assunto e, caso não os domine, estude-os antes.

Quando você não domina conteúdos básicos e essenciais para o estudo do tema, ao errar um exercício, você nunca sabe se está errando algo básico ou do novo tema. Por exemplo, se você não sabe trabalhar com produtos notáveis e potenciação, provavelmente terá dificuldades com logaritmos.

– Trace seus objetivos!

Muitos alunos que pretendem fazer um determinado vestibular que cobra exercícios de certo nível acham que se souberem fazer exercícios muito mais difíceis que os cobrados terão sucesso. Bem, isso pode até funcionar, mas a um custo muito alto, e é muito comum alunos acabarem desistindo no caminho. Saber a qual nível você deve chegar torna seu estudo mais eficiente. Peça ajuda aos seus professores para saber até aonde você deve ir.

– Em Matemática o treino é fundamental!

Faça muitos exercícios, mas não qualquer exercício. Se você consegue fazer todos os exercícios de uma lista com facilidade, certamente ficará feliz, mas estará usando um tempo que poderia ser utilizado com exercícios mais sofisticados.

– Aprenda com os erros.

Quando errar um exercício, use isso como uma oportunidade para entender qual foi o erro e como corrigi-lo. Em seguida, tente fazer exercícios similares para ter convicção de que não errará mais aquilo.

– De tempos em tempos, faça uma revisão para retomar detalhes que às vezes escapam da memória.

A última e mais importante de todas as sugestões é que você deve adaptar o estudo à sua forma de aprender, pois somos todos diferentes!

Vá em frente e conquiste este território, aprenda Matemática e passe no vestibular. Tenho certeza de que o prazer dessa conquista compensará todo o esforço e esse conhecimento ficará contigo para sempre.

Sobre os Autores

O Dicas de Vestibular é produzido e atualizado pelos professores do Anglo Vestibulares e do Sistema Anglo de Ensino.

Sobre o Blog

Neste espaço, o estudante encontra temas da atualidade, conteúdos que mais caem nas provas e dicas para se sair bem nos processos seletivos e no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O conteúdo também é útil aos interessados em provas de concursos.